noticias

Câncer de próstata é tema de debate em seminário promovido pela Alepa e Unale

PDFImprimirE-mail

 

fo222O câncer de próstata foi tema do painel II no Seminário “Conscientização: Câncer, Empoderamento e Superação”, que acontece nesta quinta-feira (24/11) no Hangar – Centro de Convenções da Amazônia, em Belém.

Para debater o tema, a Assembleia Legislativa do Pará (Alepa), presidida pelo deputado Márcio Miranda, e a União Nacional dos Legisladores e Legislativos Estaduais (Unale), presidida pela deputada paraense Ana Cunha, trouxeram os médicos urologistas Ricardo Tuma e Antônio Carlos Pompeu. O primeiro atua no hospital Ophir Loyola, referência no tratamento de câncer na região Norte; e o segundo, professor da faculdade de medicina do ABC e vice-presidente da Sociedade Brasileira de Urologista.

O chefe do Poder Legislativo paraense, deputado Márcio Miranda, que também é médico, destacou a importância de vencer preconceitos para o sucesso na cura do tratamento do câncer de próstata. “Os homens carregam o preconceito em relação ao exame do toque, que ajuda a detectar o câncer de próstata. O seminário também quer dar essa contribuição: desmistificar e estimular o homem para que ele perca o preconceito e vença essa barreira”, disse.

Ricardo Tuma levou aos ouvintes respostas para dez perguntas mais frequentes em relação a doença. De acordo com o médico, atualmente, há mais casos de câncer de próstata devido ao envelhecimento da população e a estimativa da ONU é de que em quatro décadas, a população com mais de 60 anos triplicará. Alguns fatores podem influenciar o aparecimento da doença como a hereditariedade, a raça, os hábitos alimentares, o estresse, o sedentarismo e a sobrecarga hormonal. “O câncer de próstata é a doença maligna mais comum no homem. Na última década, houve uma grande queda na mortalidade relacionada à doença. Apesar de todo avanço médico, continua sendo um grande desafio, sendo responsável pela redução importante da qualidade de vida de muitos pacientes”, destacou Ricardo Tuma.

O médico Antônio Carlos Pompeu disse que fatores ambientais e alimentares afetam diretamente a incidência do câncer de próstata e a importância do diagnóstico precoce. “Só podemos curar o câncer se detectarmos o tumor em sua fase inicial e, na maioria das vezes, é assintomático. Por isso a importância de realizar os exames regularmente”, afirmou.

PRESENTES - Ao final do primeiro ciclo de debates, os presidentes da Alepa, deputado Márcio Miranda; e da Unale, deputada Ana Cunha, acompanhados do vice-governador do Pará, Zequinha Marinho, entregaram aos deputados de outros estados presentes no evento diploma e placa alusiva ao evento, além de um kit que contém os três volumes da revista Memórias do Legislativo e a Coletânea dos 190 anos do Poder Legislativo Paraense.

Participaram do evento e foram presenteadas as deputadas Goretti dos Reis (Sergipe), Celise Laviola (Minas Gerais) e Alessandra Campelo (Amazonas); além dos deputados  Georgeo Passos (Sergipe), Raimundinho da Saúde (Acre), Neidson Soares (Rondônia), Wanderley Dallas (Amazonas) e Tony Oeiras (Amapá).

Fonte ALEPA

Seminário Segurança Políticas Públicas e Urbanas

evento_01